A construção mítica do povo venezuelano no Chavismo. Análise do livro Nuestra lucha por la independência

Carlos Cariacás

Resumen


No artigo se analisa a construção mítica do povo venezuelano elaborada pelo chavismo e divulgada no libro Nuestra Lucha por la Independencia. Sustentando-se em ELIADE (1981; 1991) a investigação se orienta para a apresentação do jogo entre o caos e o cosmos desenvolvida na narrativa. Ademais, apoia-se na observação de BARTHES (1999) sobre o movimento interno do mito em produzir o obscurecimento de determinados pontos que não pertence ao ideal proposto pelo narrador. Na perspectiva metodológica se utiliza a análise de conteúdo de BARDIN (2011). Com relação aos resultados, encontramos a construção de quatro categorias para definir o povo: economista sustentável, racional, multiétnico e socialista. Estas categorias são tecidas para gerar uma identidade nacional segundo as intenções da Revolução Bolivariana de Hugo Chávez.

Palabras clave


mito, povo, chavismo, identidade, nacionalismo.

Texto completo:

PDF


Universidad del Zulia /Venezuela/ opción/ revistaopcion@gmail.com /ISSN: 1012-1587 / e-ISSN: 2477-9385


Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 3.0 Unported.